NBA 2K21 já está disponível para os consoles da atual, mas também chegará aos consoles da nova geração! Assim, a 2K Games e a Visual Concepts foram ao PlayStation Blog para destrinchar um pouco do que poderemos esperar do famoso game de basquete nos novos consoles.

O diretor de jogabilidade do NBA 2K, Mike Wang, foi o escolhido para trazer as novidades do game na nova geração. Ele destacou as mudanças na movimentação e ataque/defesa, e também a importância que o novo Dualsense terá na nova versão do game. Veja mais detalhadamente o que o diretor disse abaixo:

MOVIMENTO NA PRÓXIMA GERAÇÃO

Segundo Wang, o “aspecto da jogabilidade que mais se beneficiou do salto para a próxima geração é a movimentação na quadra”. Claro, a movimentação é um dos elementos mais importantes de um game. Se ele for de basquete então, nem se fala. O diretor disse que “vários recursos foram usados para melhorar a locomoção com e sem a bola”, e que eles estão satisfeitos com o resultado do primeiro título da NBA 2K na nova geração.

Movimento de drible

“O drible foi reconstruído do zero para a próxima geração, e a diferença é incrível”. Alguns conceitos de estilos de drible foram mantidos, mas o restante foi totalmente recriado. Os movimentos de proteger e passar a bola foram atualizados, e os dribles se tornaram mais reais e consistentes.

Agora você “poderá ir para onde deseja na quadra, e da maneira que espera chegar lá”. Ou seja, sem mudanças bruscas de velocidade, cortes errados e jogador olhando para o lado errado. A velocidade do jogador “está mais próxima da vida real, e a sensação de peso é mais realista”

Defesa e Off-Ball

Todo o movimento, desde defesa e ataque com a bola, até defesa e ataque sem a bola, feito pela engine de movimento da 2K (já em seu terceiro ano de desenvolvimento), foi trabalhado muito para trazer uma sensação de nova geração. Aqui estão alguns dos upgrades de destaque:

  • Assets contextuais para várias situações do basquete (Transition Stops, Leak Out, Guard Break, Anchor, Space Perimeter) dão um ar mais vivo ao visual dos jogadores na quadra.
  • Pathing, cuts, e stops melhores tornam a defesa mais pé no chão, e consertam os escorregões da geração passada.
  • Movimento geral melhorado, com mais estabilidade e menos tempo de resposta. Jogadores se movem com mais fluidez e exatidão de acordo com os comandos do jogador.
  • Melhor lógica de detecção de tamanho dos jogadores, com mais ênfase na diferença de tamanho entre jogadores. “Os grandes se movem como grandes, e a defesa se move como a defesa”. Um toque no analógico esquerdo realiza um passo rápido, que ajuda muito na hora de ajustar sua posição defensiva.

Pés Firmes

A tecnologia de movimentação dos pés foi recriada do zero, levando a enormes saltos gráficos se comparados com a atual geração. Os jogadores agora fazem movimentos sutis em vez de escorregarem quando precisarem fazer micro ajustes. Cortes, acelerações, paradas, tudo parece mais realista.

Body Ups

Este é o nome interno para todas as interações entre quem está com a bola e a defesa. É sempre complicado tentar fazer um modelo preciso do jogo entre ataque e defesa. Agora há menos interações “gravadas”, com o controle maior focado no usuário. “Acho que 2K21 atinge um ótimo equilíbrio entre recompensar os ângulos corretos e respeitar o contato”.

Tentar chegar na defesa cara a cara fará com que os jogadores parem imediatamente ou forcem passes. Quando o atacante chega no quadril do defensor, mas ele defende bem, teremos momentos mais realistas, assim nenhum dos jogadores se sentirá preso, como antes. Defensores lentos serão punidos, e se tentarem forçar o contato tarde demais, podem parar no bloqueio (parede). Atacantes fortes também podem parar um movimento e reagir à defesa de forma mais precisa, então velocidade não é tudo! “A lógica para os tipos de resoluções é bem mais robusta e leva em consideração todos os detalhes que se possa imaginar.”

Contato sem a bola

O sistema de contato sem a bola foi totalmente refeito, e agora possui contatos acidentais, além de colisões forçadas. Há maior liberdade de movimento quando você está indo para longe da bola, mas também há contato realista quando necessário. Você pode rejeitar passes, e se movimentar para o lado que bem entender.

Engine de Impacto

Para o NBA 2K21 da nova geração, foi criado um novo sistema de contato chamado Impact Engine. “O objetivo foi remover os erros que víamos em jogos do passado, quando os jogadores se acertavam no ar. A Impact Engine nos dá a flexibilidade de fazer exatamente isso. Criando contato quando os jogadores estão no ar, não precisamos mais controlar a defesa enquanto estão no chão, e puxá-los para lugares para forçar certos resultados”.

Isso será notável a medida que a defesa tiver a liberdade de manobrar seus jogadores em posição e fazer uma jogada pela bola por si próprios, em vez de um script ditar o que acontece baseado em animações pré-estabelecidas. Um dos maiores benefícios da nova engine é que agora poderemos ter alley-oops e putback dunk-ons com contato, algo inédito na franquia!

O Gatilho do PS5

Os gatilhos adaptáveis do novo Dualsense também serão utilizados no NBA 2K21. Foi decidido que eles vão transmitir energia/fadiga. Conforme seu movimento em quadra, você sentirá cada vez mais e resistência no gatilho de corrida, pois a energia do seu jogador diminui. Além disso, Jogadores fortes no pós-jogo sentirão pouca resistência no L2 quando enfrentarem oponentes mais fracos, mas você terá que usar mais força para pressionar o L2 caso contrário.

No caso da resposta tátil, o Dualsense foi usado para acentuar os os sistemas de colisão, já citados aqui no post. Qualquer situação onde os jogadores fazem contato significante fará o controle vibrar de diferentes intensidades, a depender da força do jogador envolvido e da severidade do impacto.

NBA 2k21 chega ao PS5 no dia 12 de novembro, e dois dias antes (10 de novembro) ao Xbox Series. Versão da nova geração terá Zion Williamson e Kobe Bryant como capas do game.