A EA finalizou recentemente a aquisição da desenvolvedora/editora Codemasters, que produz os games F1 e DiRT, em um negócio na casa de US$ 1,2 bilhão, que ocorreu após a negociação estar quase acertada com a Take-Two Interactive. Como sempre acontece nesse tipo de aquisição, há dúvidas sobre no que isso implicará para a Codemasters e suas operações daqui para frente. E parece que, pelo menos por enquanto, eles vão continuar fazendo o que têm feito.

A EA declarou várias vezes que a expertise da Codemasters no gênero de corrida foi o principal motivo para a compra da empresa. Além disso, falando ao IGN, Matt Bilbey, vice-presidente executivo de crescimento estratégico da EA, disse que, para o futuro próximo, a Codemasters vai operar “como um grupo independente”, e a EA fornecerá apoio para o desenvolvimento de jogos de corrida, além de explorar novas oportunidades de crescimento.

“Vamos tratar os estúdios da Codemasters como um grupo independente para o futuro próximo, dando a eles todo o apoio necessário para entregar seus jogos e explorar todas as oportunidades de crescimento. Estamos entusiasmados com o que o futuro reserva para eles, e embora eles permaneçam independentes, estaremos lá para despejar combustível em suas capacidades de crescimento através do poder de distribuição da EA.”

Com franquias como F1, DiRT, GRID e Project CARS, a Codemasters é definitivamente uma das desenvolvedoras de jogos de corrida mais conceituadas da indústria, é uma jogada inteligente por parte da EA permitir que eles continuem fazendo o que têm feito. Será interessante ver o que o futuro reserva para o futuro das empresas!