Blizzard antes de ser Blizzard

Eu penso que, no mundo dos games, há empresas que sempre que aparecem com novidades são dignas de atenção. Elas possuem no seu catálogo jogos que marcaram gerações e que continuarão a ser lembrados por todos que jogaram. A Blizzard Entertainement é, com certeza, uma dessas empresas.

A companhia conhecida por jogos como Warcraft, Starcraft, Diablo e Overwatch realiza a Blizzcon desde 2005, com o objetivo de falar sobre suas obras e costumeiramente anunciar novidades. Eventos como esse são excelentes para celebrar seu legado junto com sua gigante comunidade de fãs (eu, incluso!).

No dia 20 de Fevereiro, realizando a BlizzCon que celebrava seus 30 anos de existência, a Blizzard anunciou uma compilação com 3 de seus jogos clássicos: Lost Viking, Blackthorne e Rock’n Roll Racing. Com diversos novos recursos e bastante conteúdo informativo sobre os jogos, Blizzard Arcade Collection foi anunciado e lançado no dia 20 de fevereiro para Playstation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC (via Battle.net).

 

O que tem no pacote, afinal?

Esse pacote é mais do que uma remasterização em HD ou um port dos jogos para a geração atual. Ele reúne não só os jogos originais com suas diferenças preservadas, mas também versões definitivas de cada jogo com adições e mudanças significativas aos jogos originais.

Coisas como a possibilidade de jogar em 16:9, poder fazer um rewind de até 10 segundos que lhe ajuda a tentar de novo aquela parte que você falhou no game e idioma PT-BR em todos os jogos. São adições desse tipo, de qualidade de vida, que me atraem e fazem esse pacote muito maior do que a soma de seus jogos.

Há também uma opção que funciona como uma galeria de artes conceituais, publicidades e capas dos jogos, músicas e entrevistas com os criadores de cada um dos jogos. Pacote completo no quesito registro histórico desses jogos e um ponto bastante positivo se comparado a outros relançamentos. 

Agora vou especificar o que a Blizzard trouxe de cada jogo:

  • Lost Viking (1993)

Os Vikings Olaf, o Robusto, Baleog, o Feroz e Erik, o Veloz estão aqui trazendo um jogo de plataforma inspirado em clássicos como Lemmings e com uma temática que envolve uma viagem através do tempo e espaço. Cada um contém habilidades únicas e você tem que resolver os quebra-cabeças para avançar no jogo.

É quase um jogo novo pra mim, já que não tive nenhum contato com ele na época. Mas mesmo sem nenhum apelo nostálgico, Lost Vikings já se mostra um jogo bastante inventivo em seus desafios se comparado à outros jogos do mesmo período.

E com a opção de Quicksave/Quickload presente na versão definitiva que facilita bastante a jogatina, certamente é um jogo que deve ser experimentado.

 

  • Rock’n Roll Racing (1994)

De longe o meu favorito desse pacote, RnR Racing está pra mim em uma lista de “Top jogos de corrida 16bits”. Sendo um jogo de corrida bastante frenético e explosivo, com muitas opções de personalização, era um dos favoritos de se jogar na locadora em um Super Nintendo e fiquei muito feliz de poder jogar de novo aqui nessa collection.

Aqui temos também uma edição definitiva, com a trilha original refeita com instrumentos reais e músicas adicionais. Além disso, também é adicionado um inédito modo para 4 jogadores, onde você e seus amigos podem escolher livremente as pistas, carros e pilotos para competir entre si.

Rock’n Roll Racing é muito divertido e, pra mim, é a estrela desse pacote. Faltou só um modo multiplayer online.

 

  • BlackThorne (1994)

Aqui temos um jogo de ação e plataforma 2D que flui de forma muito parecida com os primeiros jogos da série Prince of Pérsia. Você controla o Kyle “Blackthorne” Vlaros em uma viagem espacial com estética espacial que precede o Starcraft, usando sua escopeta para libertar o povo de Androthi e encarar seu destino (ou qualquer coisa parecida).

Joguei pouco Blackthorne antes, e é muito bom que esteja preservado aqui em toda sua estética Heavy Metal anos 90. De todos do pacote, eu acho que é o game que envelheceu pior mas mesmo assim vale dar uma checada. Aqui se destaca a adição do mapa, que ajuda bastante a você não se perder no game. Ah, estar com todos os textos em PT-BR fez total diferença para mim.

 

Mas nem tudo são Vikings e Heavy Metal…

O pacote no geral é bom, mas eu notei um problema nessa coleção como um todo: A falta de consistência nas “features” dos jogos.

Sabe todos os recursos que falei, de Rewinds e Quicksaves/Quickloads por exemplo? Então, eles não estão em todos os jogos. O RnR Racing na sua edição definitiva não tem nem como salvar durante o jogo, tendo que recorrer a password. Podiam ter se dado ao trabalho e implementado não só nas outras versões, né?

E sabe o fato dos jogos virem tudo em PT-BR? Lá onde estão as entrevistas com os produtores não tem a opção de legendas. Eu consigo entender em inglês, mas faltou ter essa sensibilidade para deixar entendível em mais idiomas, já que os games tem traduções para diversas línguas. Bola fora da Blizzard aqui também.

Além disso, você tem uma opção de ouvir as músicas dos jogos. Seria show, mas justamente a trilha do RnR Racing não esta lá. Uma pena, considerando que é de longe o game com as melhores músicas dessa coletânea.

Nota
Geral
8.0