Vice-presidente editorial Tommy François deixa a Ubisoft após acusação por assédio sexual a colega de trabalho

Desde julho, a Ubisoft vem passando por uma série de mudanças estruturais na empresa. Em meio a alegações de assédio sexual e outras formas de impropriedade envolvendo sua diretoria. Enquanto renunciou ao cargo de vice-presidente editorial Maxime Béland, a Ubisoft suspendeu outro vice-presidente editorial, Tommy François. A Ubisoft confirmou que François deixou a empresa recentemente.

Algumas acusações de má conduta envolvendo Tommy François foi a gota-d’água para sua demissão. Uma dessas acusações, foi que o executivo beijou à força um colega de trabalho. A Ubisoft começou a conduzir investigações sobre esse assunto a várias semanas atrás.

As notícias da saída de François sugerem que a investigação produziu evidências de irregularidades da parte dele. No entanto, a Ubisoft ainda não confirmou oficialmente, além disso, a empresa permanece em silêncio se o ex-vice-presidente editorial foi demitido ou renunciou. Uma declaração ao site GamesIndustry.biz simplesmente observou que François “deixou a empresa, com efeito imediato”.

François faz parte de um grupo de executivos e funcionários demitidos pela Ubisoft, na na sua maioria por alegações de má conduta. O vice-presidente editorial Maxime Béland renunciou ao cargo. O mesmo aconteceu com o CCO Serge Hascöet, o diretor administrativo dos estúdios canadenses Yannis Mallat e a diretora de recursos humanos Cécile Cornet.

Já no final do mês passado, a editora demitiu Stone Chin, um diretor de relações públicas acusado de agressão sexual. Em uma declaração independente, Chin afirmou que a Ubisoft não citou a alegação como motivo de sua demissão, mas pelo seu “estilo de gestão”.