Em entrevista ao site Fandom, Troy Baker, o dublador de Joel, comentou sobre os rumos da história de The Last of Us Part II. Segundo ele, a continuação promete uma trama inesperada e um desenvolvimento maior dos personagens centrais da série.

Ao ser questionado sobre as expectativas em relação à trama, Baker brinca que “devemos esperar o inesperado”. “Se fizermos corretamente [nosso trabalho], as pessoas irão questionar tudo. Quero que os fãs desafiem suas próprias ideias sobre o que o jogo é, do que se trata esse mundo [que criamos] e quem são esses personagens”.

Nesse sentido, ele sugere que a continuação tomará uma direção diferente da do primeiro game. “Meu desejo é que as pessoas estejam de ‘mente aberta’ para essa trama e permitam que Joel e Ellie contem suas próprias histórias, e não as que os jogadores queiram que sejam contadas. Assim, acredito que terão uma experiência completamente diferente”.

Até o momento, não se sabe os caminhos que a Naughty Dog seguirá na nova aventura, que teve sua data de lançamento adiada pela segunda vez, de forma indeterminada. Foi confirmado que os jogadores vão controlar as ações de Ellie. Porém, a presença de Joel ainda é um mistério. Para alívio dos fãs, Baker confirmou que o personagem terá um papel central na narrativa.

Apesar de não revelar se será possível controlar Joel na sequência, o dublador disse que um dos focos é desenvolver mais o personagem, levando ao descobrimento de mais informações sobre ele.

O conhecimento de Baker sobre The Last of Us Part II teve início um ano após a premiação BAFTA Games de 2015 — evento no qual o conteúdo adicional do game, Left Behind, venceu a categoria “Melhor História”. Naquela época, o criador da série, Neil Druckmann, convidou o profissional para ir à sua casa e falar sobre a sequência.

“No começo, eu estava me esforçando e fazendo anotações. Porém, ao final da conversa eu fiquei em completo silêncio, como se estivesse sentado aos pés do maior contador de histórias. Era incrível”, completou o dublador.