A Sucker Punch definitivamente sabe como trabalhar o design de mundos em seus jogos, mas parece que eles estão buscando alcançar outro patamar com Ghost of Tsushima. Além da exploração imersiva e promissora em um cenário rico, Ghost of Tsushima também é certamente o maior jogo que a Sucker Punch já fez. E aparentemente, ele se concentra em mais do que apenas tamanho, apresentando também qualidade e variedade.

Em uma atualização recente publicada no blog oficial da PlayStation, a líder de arte ambiental de Ghost of Tsushima, Joanna Wang, falou sobre o mundo do game, descrevendo em detalhes o processo de design, além de quais filosofias de design os desenvolvedores mantiveram enquanto o criavam. Ela explicou que a ilha Tsushima no jogo não é para ser uma recreação exata, mas junta “elementos essenciais” do local e a mistura com “algumas inspirações do Japão continental”.

Uma coisa que Wang revelou é que o mundo do jogo é dividido em três regiões distintas, e que coletivamente, essas regiões abrigam mais de 40 biomas diversos.

“Ghost of Tsushima é de longe o maior jogo que já fizemos”, escreveu Wang. “O mapa está dividido em três regiões preenchidas com mais de quarenta biomas diversos e centenas de pontos de interesse. Nosso objetivo ao construir um jogo de mundo aberto é sempre “se você pode vê-lo, pode alcançá-lo”, com o mínimo de exceções possível. Você viajará por florestas exuberantes, atravessará terras pantanosas e entrará em paisagens montanhosas congeladas. Reunimos referências de filmes, jogos, pinturas e até pôsteres de viagens para nos inspirar. Queremos apresentar a você um mundo autêntico e crível, um mundo que o chamaria, convidando você a explorar, um mundo rico e cheio de surpresas. ”

Wang ainda prometeu que o mundo de Tsushima, que ela descreve como “rico em densidade e variedade”, estará “mudando constantemente”.

“Tsushima é rico em densidade e variedade, e também muda constantemente”, escreveu Wang. “Você pode estar no topo de um penhasco e ver uma grande tempestade no horizonte. Você pode estar atravessando uma ponte enquanto nuvens cobrem o sol e a chuva começa a cair inesperadamente. Você pode estar esgueirando-se em torno de um campo de guerra mongol em uma noite nublada, e momentos depois acaba assistindo o sol nascer na costa do oceano com seu cavalo… é dinâmico.

“Explorar o mundo de Tsushima é parte essencial de nossa jogabilidade, e tratamos o meio ambiente como um personagem vivo. Uma pessoa que respira, se move, tem personalidade própria e é encantadora e abundante. ”

Ghost of Tsushima chega ao PS4 em 17 de julho.